Sem Ti – ÁTOA
Genre Pop

LYRIC
Sem Ti

Refrão - Alfaccino

Dizes que não começas, mas és tu que vens
Com essas conversas que não lembra a ninguém
Eu já tou na boa, tu vais ficar bem
Desculpa as minhas merdas
Mas tou melhor sem
Sem ti
Sem ti
Sem ti
Sem ti

Verso 1 - João Direitinho

Mais vale sozinho que mal acompanhado
Troquei uma boa vida por um bom bocado
Hora e meia no teu quarto
E apesar de estar cansado
Ficava mais hora e meia hora mas preciso de espaço
Já bate a saudade dos copos até tarde
Jantar no terraço fim da noite alcoolizado
Hoje eu fico ao teu lado, programa de casado
Mas somos só namorados e eu preciso de espaço

Pré-Refrão - João Direitinho

Eu quero encher a casa, vazar as garrafas todas
Tu queres atenção mas não podes tê-la toda
Crias confusão à frente da turma toda
Tá tudo controlado não fiques nervosa

Refrão - Alfaccino

Dizes que não começas, mas és tu que vens
Com essas conversas que não lembra a ninguém
Eu já tou na boa, tu vais ficar bem
Desculpa as minhas merdas
Mas tou melhor sem
Sem ti
Sem ti
Sem ti
Sem ti

Verso 2 - João Direitinho

E eu fui parvo por não me ter controlado
Em vez dum bom caráter eu escolhi um bom rabo
Agora sou controlado pelas escolhas do passado
Mas eu não sou pau mandado e estava bem melhor sem ti
E tudo o que eu faço nem sempre te diz respeito
Por muito que imagines eu nunca te desrespeitei
O erro foi meu se fui que aceitei
Termos mais que um caso sem eu te conhecer bem

Pré-Refrão - João Direitinho

Eu vou encher a casa, vazar as garrafas todas
Tu queres atenção, mas não podes tê-la toda
Não cries confusão à frente da turma toda
Tá tudo acabado, não fiques nervosa

Refrão - Alfaccino

Dizes que não começas, mas és tu que vens
Com essas conversas que não lembra a ninguém
Eu já tou na boa, tu vais ficar bem
Desculpa as minhas merdas
Mas tou melhor sem
Sem ti
Sem ti
Sem ti
Sem ti

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *