Marco Gabriel – Petralha
Genre Brasil, Rap

LYRIC
Petralha

Pow! Os pretos almejam o que devem ter
Pow! As pretas almejam o que devem ter
É só ir na história e vai entender
Que todo esse ouro é meu e de você

Pretalha com os black e com as tranças
Atenção pros vermes e os segurança
De tanta humilhação, foi tanta
Peso demais não se põe em balança

Pretalhar é transgredir suas normas
Pretalhar é vários pretos em volta
Pretalhar é várias pretas na roda
Discutindo o plano de agora

Pretalha assusta os boy da Zona Leste
Tava armado com arma? Não! Só com dread
Desde mil e quinhentos ninguém esquece
Desde lá seu racismo mata e persegue

Da terra Esperança Garcia
Da terra brota Negro Cosme
Desses dois quero ver qual corria
Dos brancos protetor dos nobres

Pretalhar é Lagoas do Norte
Das antigas resiste e afronta
Os terreiro segue firme e forte
A cidade pra quem? Vos pergunta

Pretalhando e rimando pra sempre
Quatro P na cabeça da gente
Só quem é só quem sabe entende
Qual local ocupamos? Pense

No mais altos mais altos dos postos
No ambiente mais elitizado
Todos pretos descemos do carro
Chega brilhando e fazendo estrago

Nessa hora é irreparável
Seu racismo é imaquiavel
Servindo o café tava de boas
Mas não é de boas dançar do seu lado

Chega até fica chato
Torcendo pra hoje ser só os seus
Mas acha que cês ainda não entendeu
Que tudo nesse país aqui é meu

Me diz algo que nós não levantamos
Me diz se aqui os meus não sangraram
O coro dos meus ancestrais
Os seus playgrounds eles levantaram

Coisa de preto no seu quintal? Não!
Pelo contrário aqui é nossa casa
Antes cês só viam nós na cozinha
Pois tomamos os quartos e todas salas

Tomamos de assalto? Não, não!
O bagulho era nosso ou não era?
Então é correto afirmar
Que vamos tomar e não tem conversa!

Periferia tá invadindo, não foi só uma track ali é um caminho
Na verdade uma mensagem, um hino, um presságio e também um aviso

Concretizar é que é mais difícil, olha que minha geração é fruto da crise
Concretizar são ócios do oficio, mas vários rolês já provou o que eu disse

Fruto da crise, pegou em tempos de alta imagina
Odeio todo esse clichê de topo só aprovo se virar rotina

Desse fruto do mal nasci e percebi, várias pedras ataques e só nada
Nós de horror como sempre, sempre arrastada, espancado e pedrada

Todas as marcas e cicatrizes são apenas dois sons que faço
É que o novo termo surgiu lá no gueto e lá é função pra caralho

Complexo por natureza, verás que os preto não foge a luta
Pretalha, pretalha, pretalha, pretalha é sempre manter a conduta

Leis injustas não compactuo tipo Rosa Parks no busão
Digam como eu devo agir onde devo sentar e eu digo que não!

A irmandade formou do mesmo rolê, mesma região
Pretalha, pretalha minhas irmãs
Pretalha, pretalha meus irmãos
Roubando a cena desde sempre a reação foi assustadora
O bonde é pesado, o bonde é pesado, é o bonde da pretalhadora

A irmandade formou do mesmo rolê, mesma região
Pretalha, pretalha minhas irmãs
Pretalha, pretalha meus irmãos
Roubando a cena desde sempre a reação foi assustadora
O bonde é pesado, o bonde é pesado, é o bonde da pretalhadora

Cheguei na cena ouvi ruídos, ouvi tiros infelizmente dos meus
Sempre pelo certo o certo é um perigo quem curte viver aí vou eu

Foda-se as estatísticas, dados e notícias quero saber quando não tô na mira
Se é assim, então vou deixar nítido nada vou temer na frente dos tira

Vinte e três grave esse número, número terror dos preto
A cada vinte três minutos morre mais um preto na ruas do gueto

Contabiliza todo esse total, todo orçamento eu contei mais de mil
Porra são vinte e três mil, vinte e três mil pretos mortos! Brasil!

Junta todo esse sangue, novo ritual tipo o Justos em Gíria Vermelha
Não só corte os pulsos juntei além do sangue todas as artérias e todas as veias

Sempre campeão, o melhor do ano especialistas em caçar minha raça
Mas com esse monstro que acabei criando esse teu racismo aqui por nós não passa

O parto foi longo, nós sentimos dor, mas foi bom sinal de mudança
O monstro chama-se cultura misture arte, música e dança

Na real ele existe e é a cultura que onde nós sobrevivemos
Minha geração tá quase completa, calma ainda estamos nascendo

Depende de nós pra virar o jogo a elite vai ficar em choque
Quando souber que esse monstro é a nova geração do hip hop!

Cria das batalhas, dos shows em quebrada dos sarau marginal nas praças
A cada poesia menos uma guerra, a cada rima sempre um parça

Juntei a melhor das armas, banhei com a cor da minha raça
O povo que cês discrimina virou uma raça armada

Através desse novo termo surge uma nova filosofia
Pretalha, pretalhadora é irmandade, sentimento e alegria

Ubuntu na cabeça da gente, quatro p na cabeça da gente
Nós por nós na cabeça da gente só quem é só quem sabe entende

Desacreditado por muitos, todos bem próximo, só um menino
Os vermes de cara no meio do enquadro eu sou cientista político

Vitória da classe, vitoria da raça, pretalhando e Ganhando a guerra
Pretalhar nos estúdio, pretalhar nos estudos exemplo cria da quebra

Arquitetei todas as ideias, reunião, bando formado
Tipo black panthers, convoquei meu bonde, da cintura aos crespos estamos armados

Não tente entender o que é, seja da minha raça e sinta
Recomendo ficar de pé, serre o punho diante da mira

Pra cima pra baixo vejo mexer então mexe tá pouco vejo descer
Com quem tava quieto mexeu vão ver, desacredita então desce aqui pra ver

Atravessou a ponte mede as palavras, vacilo é cobrado vê como fala
Só tem da minha idade minha faixa etária, desde já na cabeça aqui é pretalha

Vai se acostumando com a minha geração porque ela tá vindo com tudo
Paro por aqui porque a quinta faixa do meu EP já disse tudo

A irmandade formou do mesmo rolê, mesma região
Pretalha, pretalha minhas irmãs
Pretalha, pretalha meus irmãos
Roubando a cena desde sempre a reação foi assustadora
O bonde é pesado, o bonde é pesado, é o bonde da pretalhadora

A irmandade formou do mesmo rolê, mesma região
Pretalha, pretalha minhas irmãs
Pretalha, pretalha meus irmãos
Roubando a cena desde sempre a reação foi assustadora
O bonde é pesado, o bonde é pesado, é o bonde da pretalhadora

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *