Letra de "La Mulata"

Nem é branca nem é negra
Ela tem a canela na cor
Não é minha não tem dono
Tem amor e não tem pudor

Sabe mostrar os segredos do corpo
Sabe fazer o que a gente quer
Ela não quer só um homem na vida
Quer se exibir pra quem quiser ver

Dei-lhe dinheiro, meu corpo inteiro
Mas a mulata se foi
Meu travesseiro, guarda seu cheiro
Doce odor do amor

Sabe mostrar os segredos do corpo
Sabe fazer o que a gente quer
Ela não quer só um homem na vida
Quer se exibir pra quem quiser ver

Dei-lhe dinheiro, meu corpo inteiro
Mas a mulata se foi
Meu travesseiro, guarda seu cheiro
Doce odor do amor

Nem tem branca não tem negra
Pra fazer o que ela faz
Deu-lhe beijo deu desejo
Muito amor e sem ter pudor

Nem é branca nem é negra
Ela tem a canela na cor
Não é minha não tem dono
Tem amor e não tem pudor
Nem é branca nem é negra

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *