EJ Mc – Alvorada
Genre Rap

LYRIC
Alvorada

Um caderno em branco
As flores vão se abrindo
Eu vejo a primavera
Mas ainda é inverno
E vamos ter que lidar com o frio
O pensamento nega, é que nascemos no Brasil não tem lâmpada nem gênio, falta oxigênio
E de quem é esse país?
Será que somos donos?
Será que ter é o que nos faz feliz?

Recusaram o pão
E tá sobrando leite condensado
Eu tenho altos e baixos
Tentanto não viver no passado
Porque o presente tá inabitável
Quero um futuro melhor
As crianças têm ouvido
Quanta bobagem você disse para si mesmo
Tentando acreditar que fazia sentido
Tá na hora de acordar
E movimentar a sua percepção
Não veja o tempo voar
Sem ter feito nada pra sair do chão
Vidas são perdas que não se repõe
Dentro do peito insegurança
Segura a onda, é a segunda onda
Não sei até quando vai dar para aguentar
Espalham mentiras que matam
Escondem os fatos pra nos dominar
Um bom roteiro nos deixa ocupados
Chega de mortes, bora vacinar!

Eu vejo a primavera
Eu vejo a primavera
Eu vejo a primavera
O inverno nunca falha em se tornar primavera

Minutos antes de acabar com tudo
Lembrei do porquê de ter começado
Sem o corre, sem a luta não tem rumo
Somos feitos sinergia
Nosso destino tomar o que nos foi negado
Em cada célula do corpo
Segue firme a energia
A vida é um chamado
E não me convidaram pra essa festa
Que os homens armaram
Fiquei em casa e dancei na sala
A vida vale mais que o lucro
Não vão te ensinar a ser solo
A felicidade é uma arma
Eu vejo a primavera
Eu vejo a primavera
Eu vejo a primavera

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *